Bolo cremoso de fubá

bolo cremoso de fubá

Uma receita simples e prática, mas muito saborosa e repleta de história (leia mais abaixo). Tipicamente brasileiro, o bolo cremoso de fubá é preparado em pouquíssimos minutos batendo todos os ingredientes no liquidificador. Servido, tradicionalmente, frio, o bolo possui uma massa com textura cremosa e sabor delicado. A receita, que era muito popular nas décadas de 70 e 80, no interior de Minas e São Paulo, remete aos sabores de infância.

Bolo cremoso de fubá
Autor: 
 
Ingredientes
  • 4 ovos
  • 4 xícaras (chá) de leite
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 1 xícara (chá) de fubá
  • 2 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 1 xícara (chá) de queijo ralado
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 colherzinha (café) de essência de baunilha (opcional)
  • 1 pitada de sal
Preparo
  1. Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até obter uma mistura homogênea. A massa fica bastante líquida.
  2. Coloque a massa em uma forma untada com manteiga e farinha de trigo.
  3. Leve ao forno pré-aquecido a 200°C até que o bolo fique, levemente, dourado. O tempo varia, de acordo com cada forno, mas em média de 40 a 50 min.
  4. Para saber se o bolo está assado, enfie um palito de madeira no meio da massa. O palito deve sair limpo.
  5. Sirva frio.
Dicas
Atenção! Ao retirar o bolo do forno, é normal que ele esteja um pouco mole. Quando esfriar, a massa ficará mais consistente.

Como o bolo ainda estará um pouco mole ao sair do forno, aguarde ele esfriar antes de desenformar. Passe uma faca nas laterais da forma para facilitar.

História do bolo de fubá

A origem do bolo de fubá remonta ao período Colonial, quando o consumo do trigo não era muito difundido no Brasil. As receitas de bolos de milho, em geral, se espalharam rapidamente pelo nordeste e sudeste do país, onde se concentrava a maioria da população do Brasil Colônia.

Neste período, no entanto, o bolo de fubá não era nem um pouco cremoso, porque a massa não levava queijo. A produção e o consumo de laticínios no Brasil só intensificou e popularizou, a partir do final do século XIX. Não é possível datar ao certo quando o bolo cremoso de fubá surgiu. Mas alguns historiadores acreditam que isso tenha ocorrido nas fazendas mineiras, no início do século XX, no auge da produção leiteira no Estado.

Já esta receita específica tem relação direta com a popularização do liquidificador, no Brasil, a partir dos anos 60. Nas décadas seguintes, a receita se espalhou, principalmente, pelo interior de Minas e São Paulo.

Qual queijo utilizar?

Este bolo cremoso deve ser preparado com um queijo Minas Meia Cura, ou seja, um queijo que passou por um rápido processo de maturação. Não pode ser utilizado o queijo fresco, também conhecido como queijo Minas Frescal, devido à grande quantidade de soro.

queijo-do-serroUma dica para tornar a receita ainda mais saborosa e cremosa é prepará-la com um queijo do Serro. Além da forma de preparo, diversos fatores locais, como o clima, a pastagem e o relevo do Serro, no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, tornam os queijos produzidos na região diferenciados.

São queijos de massa clara e lisa (sem trincas ou furos), que possuem textura consistente e sabor ácido. Um fator determinante na qualidade do queijo do Serro, é a alimentação do gado, feita, em grande parte, com o capim meloso, que torna o leite mais gorduroso, tendo reflexos diretos na textura da massa e sabor do queijo.

Erickson Aranda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Dê uma nota para esta receita: