Conheça a toranja (ou grapefruit)

toranja-grapefruit

Ainda pouco conhecida no país, ela chama a atenção, principalmente, pelo tamanho. A toranja, a maior fruta cítrica existente, costuma aparecer nos supermercados brasileiros entre os meses de janeiro e março, quando é o auge da sua safra na Argentina, que é o principal produtor e exportador na América Latina.

Também conhecida como pomelo (nos Estados do Sul do Brasil) e grapefruit (nos países de língua inglesa), a fruta é uma “laranja” gigante, de polpa vermelha e sabor amargo, muito amargo, na verdade.

É, justamente, essa característica que faz com que a toranja tenha pouca aceitação entre os brasileiros, que culturalmente têm uma resistência ao sabor amargo e uma tendência ao adocicado. O mesmo ocorreu nos Estados Unidos quando a fruta foi introduzida, em 1823.

Da ilha de Barbados, no Caribe, onde era conhecida como “fruto proibido”, a grapefruit foi levada para Flórida. Após alguns anos, seu cultivo se espalhou para outros Estados norte-americanos e, em seguida, para o exterior. Atualmente, os principais produtores são Israel, Argentina, Espanha, Marrocos e África do Sul.

Formas de consumotoranja-suco

Metade da produção mundial de toranja é transformada em suco, que é ingrediente indispensável na preparação de vários drinques (alcoólicos ou não).

Ela é bastante consumida, também, na forma de geleias e compotas. In natura, a fruta é servida em saladas ou outras formas de entradas frias.

Contraindicações da toranja

Além de vitamina C, a toranja é rica em flavonoides, que têm ação antioxidante. Alguns estudos, ainda iniciais, mostram que ela é capaz de inibir, por exemplo, a formação de células de câncer de mama.

No entanto, somente pessoas saudáveis, que não fazem uso de determinados medicamentos, podem consumi-la sem riscos. Em 1990, o farmacologista canadense David Bailey descobriu que o suco da toranja interage com 85 medicamentos, aumentando sua concentração no sangue e causando até overdose.

A toranja não pode ser consumida por pacientes que fazem uso de medicamentos para colesterol alto, quimioterapia, remédios psiquiátricos, certos imunossupressores (tomados por pacientes que realizaram transplantes de órgãos), e alguns medicamentos para Aids.

Um Comentário

  1. Afonso Chissico diz:

    as vezes é bom ter como encontrar matéria de um certo tema com todos requisitos, com todos subtemas que engloba um certo tema. assim facilita muito para nós os estudantes. por exemplo: ja entrei em varios sites mas nunca apanho exatamnte o que eu quero. materia sobre a toranja gostaria que atualizassem para mais aderencia e percepção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*