Como utilizar a páprica?

paprica-picante

A Hungria é, atualmente o maior consumidor do mundo de páprica. Esse condimento é feito a partir de algumas espécies de pimentões secos e moídos. Existem basicamente dois tipos de páprica: a picante e a doce (sem ardor algum). Elas são usadas para dar cor e sabor às receitas. Podem condimentar carnes, peixes, molhos e arroz.

Apesar de muito consumida na Europa, a origem da páprica é mexicana. Ela foi chegou no Velho Mundo durante a colonização espanhola. A Espanha é o segundo maior consumidor de páprica, que lá tem o nome de pimentón.  Lá, é ingrediente indispensável da paella (arroz com frutos do mar) e, na Hungria, do goulash (ensopado de carne e legumes).

Confira duas dicas básicas para utilizar a páprica e tirar o maior proveito dessa especiaria.

Páprica picante

Dá um toque especial a ensopados ou molhos para carnes vermelhas.

Páprica doce

Por ser mais suave, combina melhor com peixes, frutos do mar e arroz.

6 Comentários

  1. Gustavo Domingues diz:

    Além do tempero de carnes, uso a páprica para dar um toque especial no preparo de uma pasta (que não sei o nome mas faço muito) com cream cheese e cebola caramelizada. É um espetáculo para rechegar talos de aipo, canapés e outros.

  2. Eu usei e adorei muito bom!!!!!!

  3. maria moraes diz:

    Estava procurando algo com cor e sabor para deixar o meu arroz a grega mais colorido e saboroso, e achei, coloquei a paprica picante e ficou maravilhoso.

  4. Quero saber mais sobre paprica. Onde comprar? Em qualquer estado eu encontro?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*